⌠ 13 avaliações para a publicação abaixo ⌡
Fernando Fantin Vono
Da Poesia e Do Poeta
Escrito por Fernando Fantin

A poesia se escreve de caneta
Caneta porque não se pode errar
Poetizar é profecia,
Se escreve duma só vez
Desembesta, atesta a poetiza

Escrever sobre o desamparo,
Desapego, a fúria, a solidão
Escrever é descrever o desassossego
É deprimir o que resta de ordem
Subverter o verossímil
Para somente dizer o que se quer dizer,
Que é a única coisa que se pode.

Pois a poesia é o poeta
Que nem consegue fingir
Não o faz pois é um pote
Não aberto, não fechado
Mas rachado
Não segura, não expõe,
Transborda

 

Por Fernando Fantin Vono
Poesia Publicada na Revista Asterisco do PET-Letas da UNESP Araraquara

Originalmente em: 
http://resistenciacotidiana.blogspot.com/2010/08/da-poesia-e-do-poeta.html