⌠ 33 avaliações para a publicação abaixo ⌡
Ramon Bernardo
Minha Alma é uma Selva
Escrito por Ramon Bernardo

"Expressar-se verbalmente pode até ser bem visto aos olhos e bonito aos ouvidos. Mas, a alma podre, não se expõe pela boca.

alt

Quem sou eu no meio desta selva?
Os animais que me rodeiam, querem ao certo, todos, me devorar.
Eu que sou tão perverso, me vejo estranho sentindo medo.
O que há neles que me deixa assim, amedrontado?
São suas máscaras de sangue e carne? Ou os ruídos que brotam de suas almas?
Estou confuso, são tão simples. Não devia ter medo.
Estou horas observando nesta escura data fúnebre.
E, pouco a pouco, eles descansam me olhando e, mesmo assim, meu medo grita em mim.
Devia mesmo ter medo deles, pois são iguais a mim e eu me conheço.