⌠ 40 avaliações para a publicação abaixo ⌡
Deni Mazur
Sem Som, Apenas Alguma Fúria
Escrito por Você

Há um monstro, não... um demônio...
não... é algo maior, inominável,
me devora, me assusta, modifica meu estado
qual é o meu estado, Minas, São Paulo, Paraná?

Existe um estado para se estar?
Só queria a sanidade, parar de tremer...
parar com essa crise, financeira, existencial,
de pânico, de saudade, crise... 

Em todos meus estados, crise...
política, moral, social...
pessoal...
é crise, talvez seja isso, a inominável crise 

Você me entende?
Quem entende sabe...não dorme porque não dá...
a crise não deixa, os estados estão em nervos...
não dá pra relaxar 

O que nos inquieta tanto assim?
Um ato... talvez dois, talvez uma peça inteira...
atos impensados, ou seriam atos de cinema?
Teatro, armação, são atos, atos sem razão 

O próprio Shakespeare, em Macbeth dizia...
“A vida é uma história contada por um idiota, cheia de som e fúria, significando nada"
acho que ele entendia, ou melhor, sofria...
o ato da vida, o ato dos outros, que lembrava que o dele, de nada valia.